sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Eu escolhi reagir


Waiting for a change to set us free

Waiting for a hope to come around...


Change - Christina Aguilera


Não, este não é um texto sobre alguém que está perdendo uma luta de boxe ou qualquer outra modalidade esportiva. Antes fosse. Tudo seria tão mais fácil.
A luta é outra, o inimigo é outro. Desde que fui diagnosticado com Distimia, que é básicamente um estágio mais leve de depressão, eu nunca escrevi sobre isso e falei com pouquíssimas pessoas a respeito. Nos últimos dias porém passei por uma nova crise. Perdi o prazer das coisas, pensei em abandonar tudo, não fazer nada, passei dois dias simplesmente deitado, me levantando apenas para comer alguma coisa.
Não é fácil, nunca é fácil e a cada recaída parece que os problemas voltam maiores, parece que eles evoluem como pokemóns. Depois que fui diagnosticado, eu tive sim uma melhora, depois das sessões com o psicólogo eu parecia até outra pessoa, mas as crises sempre reaparecem, normalmente elas vem sempre que tenho que tomar alguma decisão importante ou nessa época de final de ano.
É engraçado porque as pessoas não conseguem entender, muitas vezes elas nem enxergam, como na maioria das vezes apenas acham que você está com preguiça, é só uma birra, frescura, mas não sabem que você está em uma constante luta consigo mesmo, lutando para não cair, tentando se manter de pé, olhando o vazio na tentativa de encontrar algo pelo que valha a pena continuar, reagir. 
Hoje a tarde eu dormi e sonhei, sonhei que eu estava feliz e que eu apreciava uma linda paisagem, e eu estava tão feliz, pouquíssimas vezes eu acho que sorri de tanta felicidade como eu sorria, acordei e simplesmente senti cansaço, calor e eu estava suado, senti também vontade de levantar olhar a rua, também senti fome e senti principalmente que alguma coisa dentro de mim pedia:  "reaja, por favor reaja, há um mundo lá fora, há uma vida esperando para ser vivida, ela te oferece todas as oportunidades." Foi num impulso que eu percebi que a luta não acabou, ainda terão vários rounds e eu decidi que eu quero ganhar todos, e reagir sempre que eu desanimar terá que me ser tão natural quanto acordar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário